O ICAP oferece serviço de entrega e busca de exames nos consultórios e hospitais.

  • Anátomo-patológico

    O exame anátomo-patológico é realizado em fragmentos de tecido ou órgão retirados por meio de biópsias, cirurgias e endoscopias. O estudo deste material tem o objetivo de estabelecer o diagnóstico de doenças e determinar o estágio da doença em casos de pacientes com câncer.

  • Citopatológico

    O exame citopatológico é realizado em células obtidas por esfregaços, aspirados, líquidos e outros métodos. O exemplo mais conhecido deste tipo de exame é o Papanicolaou preventivo do câncer de colo uterino. Este exame é coletado pelo ginecologista e enviado ao laboratório de patologia para que o médico patologista possa analisar as células e, se for o caso, fazer o diagnóstico do câncer ginecológico ou de seus fatores de risco, como o HPV. A citologia em meio líquido é um método de preparação de amostras cujo objetivo é aumentar a sensibilidade em relação à citologia convencional e que possibilita, em uma só amostra, a pesquisa de infecção por HPV.

  • Vulvoscopia e Colposcopia

    A Colposcopia é o exame que avalia o colo do útero e paredes vaginais. A Vulvoscopia é o exame da vulva. São exames que permitem detectar alterações ou lesões nestes locais e realizar biópsias das lesões identificadas.

  • Captura Híbrida

    São métodos que pesquisam se existe material genético do HPV dentro das células. A positividade significa que o organismo entrou em contato com o HPV.

  • PCR

    É uma técnica de biologia molecular empregada para amplificar uma única cópia ou cópias de um segmento de DNA, gerando cópias de uma determinada sequência de DNA. O exame possibilita pesquisar outros agentes infecciosos, além do HPV, como Chlamydia trachomatis.

  • Imuno-histoquímica

    A imuno-histoquímica é um exame complementar ao exame anatomopatológico, baseado na localização de antígenos em tecidos, explorando o princípio da ligação específica entre anticorpos e antígenos. A imuno-histoquímica é amplamente utilizada em casos de câncer, tanto com fins diagnósticos como prognósticos.

  • Endopredict

    Para auxiliar o médico a definir a necessidade ou não de indicar a quimioterapia para pacientes com câncer de mama positivos para receptor de estrogênio (RE+) e negativo para o proto-oncogene HER2, é recomendada a utilização do teste EndoPredict que classifica com alta precisão o risco do desenvolvimento de metástases em 10 anos. Exame oferecido em parceria com o Instituto de Patologia de Porto Alegre.